7 motos no futuro do pretérito

Como serão as motocicletas do futuro? Esta pergunta é feita por designers e engenheiros desde que a indústria motociclística existe. Conheça 7 conceitos que nos mostram como as motos de hoje eram imaginadas há 30 anos atrás.

Suzuki Falcorustyco (1985)

Com um design impressionante e futurista, a Falcorustyco foi apresentada no Tokyo Motor Show em novembro de 1985. Longe de ser convencional, era equipada com um motor de 4 cilindros four-square de 500cc com 16 válvulas controladas por um comando triplo. Ambas as rodas eram conectadas ao motor através de um sistema hidráulico que dispensava caixa de marchas. Os freios eram eletromagnéticos e as suspensões controladas elétricamente. Na época os jornalistas especializados acreditavam que a Falcorustyco poderia ser fabricada em massa, porém até hoje nenhuma máquina foi lançada no mercado com tecnologia semelhante.



Suzuki Nuda (1986)

Ao contrário da Falcorustyco que tinha um motor falso, a Suzuki Nuda apresentada em novembro de 1986 era um protótipo totalmente funcional equipada com o motor da GSX-R 750 que podia alcançar 280 km/h. Tinha tração nas duas rodas acionadas por correia e suspensão dianteira com monobraço horizontal que dispensa o uso de bengalas. Mas o maior atributo da Nuda era seu visual Hi-Tech, considerado atual e futurista até os dias de hoje.



BMW K Concept (1987)

Criada por Hans-Joachin Maier em 1987, a K Concept era equipada com um motor BMW de 4 cilindros em linha e suspensão dianteira horizontal monobraço , conectada diretamente ao motor. O protótipo tinha visual longo e baixo, com o guidão saindo do falso tanque e rodas de alumínio sólidas. O piloto conduziria a moto com as costas reclinadas para trás e as pernas esticadas, como numa custom. O estilo baixo e longo lembra a Dodge Tomahawk lançada décadas depois.



Yamaha FROG 750(1987)

A Frog 750 não foi cria da Yamaha, mas de Hartmut Esslinger baseada na Yamaha FZ750. Seu design futurista rodou o mundo pelas publicações especializadas. E logo a Yamaha cogitou colocar o modelo em produção a partir de 1988. Porém a idéia foi descartada. O conceito incluia faróis direcionais para melhor visibilidade em curvas, setas laranjas gigantes embutidas nas extremidades para tornar as mudanças de direção mais seguras e os pára-lamas que envolviam as rodas quase que totalmente. O protótipo atualmente está exposto no MoMA de San Francisco.



Yamaha Morpho (1987)

A Morpho foi apresentada em 1987 com o conceito de que a moto deveria se sofrer "metamorfoses" e se adaptar ao piloto. Graças ao design que permitia amplos ajustes do guidão, pedaleiras, carenagem e assento, o piloto poderia ajustar a moto segundo seu biotipo. Esta primeira versão de 1987 tinha 400cc, a segunda versão foi apresentada em 1991 com 1000cc. Sua suspensão dianteira monobraço foi utilizada mais tarde na GTS 1000 de produção.



Honda ES21 (1993)

Este conceito apresentado pela Honda em 1993, era apenas uma escultura para exercício de design e não era um modelo funcional. Mesmo com quase 25 anos, mostra um design futurista até para os dias de hoje. Suas linhas com estilo "robótico" lembram as atuais VFR 12000 e NC 750 da marca.




Honda Zodia (1995)

A Honda apresentou o conceito Zodia no Toky Motor Show de 1995, uma enorme custom futurista com o farol embutido no tanque, disco de freio radial e uma suspensão dianteira com articulação inferior arrastada. Anos depois, este conceito deu origem à mastodôntica VTX 1800 e influenciou a Vlkyrie Rune.




618 visualizações / TAG: Tecnologia

SOCIAL

EXTRAS

BANCO DE DADOS

338

Fichas técnicas cadastradas no Motorium

RANKINGS

Yamaha RX 180 Custom 

A mais buscada no Motorium com 4556 visualizações!

SOCIAL

Facebook Icon