História da Piaggio

Sestri Ponente, Italia

 Desde 1884

 Fundada por:  Rinaldo Piaggio -  -  -  - 

Piaggio fabricava inicialmente, locomotivas e vagões de trem. Durante a Primeira Guerra Mundial, focou sua produção em aviões de combate. Após o conflito, a Itália estava devastada e as estradas em condições precárias. A partir deste cenário, Enrico Piaggio, filho do fundador, decidiu que deveria projetar um veículo barato e para as massas. O engenheiro aeronáutico Corradino D'Ascanio, responsável pelo projeto e construção do primeiro helicóptero moderno da Agusta, foi convidado por Enrico para criar um veículo barato, robusto e confortável. Que deveria ser fácil de ser utilizado por homens e mulheres, carregar um passageiro e não permitir que as roupas dos ocupantes se sujassem.

Em 1946, a Piaggio lançou a Vespa, que alcançou 1 milhão de unidades produzidas nos 10 anos seguintes. Para desenvolver a primeira scooter da história, D'Ascanio criou uma carroceria em metal, com uma plataforma para os pés, e um compartimento para um pequeno motor na traseira. As rodas eram trens de pouso de aviões. O pequeno escudo frontal, impedia que chuva, lama e poeira atingissem as roupas dos ocupantes. Como o piloto se sentava ao invés de montar na moto, as mulheres logo estavam pilotando enquanto vestiam saias e vestidos.

Com a economia em recessão, a Vespa foi o meio de transporte particular de maior sucesso na Itália do pós-guerra.
Em 1959, o controle da Piaggio passou para a Família Agnelli, então proprietária da Fiat S.p.A. E em 1964, as divisões de Motocicletas e Aeronáutica foram divididas. Em 1999, com a morte de Giovanni Alberto Agnelli, a Piaggio foi vendida para a Morgan Grenfell Private.
Roberto Colaninno investiu 100 milhões de euros na reestruturação da Piaggio, que na época devia 577 milhões de euros e registrava prejuízos de 129 milhões de euros.

Em 2006, a Piaggio abriu suas ações na bolsa de valores de Milão se tornando uma empresa pública e um ano depois, absorveu a Aprillia e consequentemente a Moto Guzzi. Atualmente a Piaggio é uma holding proprietária de marcas como Aprilia, Vespa, Scarabeo, Derbi, Gilera, Moto Guzzi e Ape. Emprega mais de 8 mil funcionários, mantém 6 centros de pesquisas e opera em mais de 50 países.

Principais Motos Piaggio

               

EXTRAS

BANCO DE DADOS

338

Fichas técnicas cadastradas no Motorium

RANKINGS

Yamaha RX 180 Custom 

A mais buscada no Motorium com 4552 visualizações!

ARTIGOS

Motos turbo de fábrica

MERCADO

Tabela de preços de motos 0km comercializadas no Brasil!

SOCIAL

Facebook Icon