História da Suzuki

Hamamatsu, Japão

 Desde 1909

 Fundada por:  Michio Suzuki -  -  -  - 

Em 1909, Michio Suzuki fundou a Suzuki Loom Works na pequena cidade costeira de Hamamatsu. A empresa cresceu fornecendo teares para a gigante indústria de seda japonesa. Em 1929, Michio inventou um novo tipo de tear que foi exportado para o exterior. Suzuki obteve 120 patentes e nos próximos 30 anos se dedicou no desenvolvimento destas complexas máquinas.

Em 1937, a Suzuki começou a diversificar seus negócios investindo no desenvolvimento de um pequeno automóvel. Mas com o começo da Segunda guerra Mundial, o governo declarou que a produção de veículos civis não era prioridade. E com o fim da guerra, Suzuki decidiu voltar a investir em teares, mas com a abertura da importação de algodão imposta pelos americanos, a indústria da seda entrou em colapso em 1951.
Diante da crise, Suzuki então decidiu voltar a investir em veículos motorizados. E num cenário de pós-guerra, tal veículo deveria ser bastante acessível. Sua primeira tentativa foi montar um pequeno motor dois tempos de 36cc e 1 hp numa bicicleta. MAs um recurso até então inédito, foi o duplo sistema de marcha, que permitia utilizar os pedais em conjunto com o motor, apenas os pedais ou desconectar os pedais e utilizar apenas a força do motor. O sistema era tão engenhoso, que os ganhos com a patente permitiu recursos suficientes para Suzuki continuar pesquisas no campo da engenharia motociclística.

Em 1953 ganhou a primeira de muitas vitórias quando a pequena Diamond Free de 60cc venceu em sua classe no Mount Fuji Hill Climb. Em 1954 a Suzuki estava produzindo 6.000 motocicletas por mês e havia mudado seu nomo oficialmente para Suzuki Motor Co.

Em 1955 lança a Colleda COX 125, com motor 4 tempos e um cilindro e a Colleda ST 125, com motor de dois tempos e um cilindro. Três anos depois, adota o "S" estilizado como logomarca que utiliza até hoje.
Em 1959 aperfeiçoa a Colleda na versão Sel Twin com motor de dois cilindros, dois tempos equipada com partida elétrica.

Em 1962 assegura sua primeira vitória na Ilha de Man com a RM62 após uma grande disputa contra a Honda e a Kreidler. Um ano depois abre uma subsidiária em Los Angeles para entrar no mercado norte-americano como U.S. Suzuki Motor Co.
Em 1965 declara sua T20 como sendo a 250cc mais rápida do mundo, como forma de chamar atenção do mercado norte-americano e mundial. Três anos depois apresenta a T500 com motor dois tempos, dois cilindros paralelos refrigerados a ar, a maior cilindrada entre motores dois tempos.
Em 1971 a GT750 estréia com motor dois tempos, refrigeração líquida e três cilindros paralelos. Neste mesmo ano, também introduz a TM400 para participar do Campeonato Mundial de Motocross na categoria 500cc.
Em 1974 a Suzuki RE5 é a primeira moto japonesa com motor rotativo da história e em 1976 é a vez da memorável série GS entrar em produção com a GS400 e GS750, as primeiras motos com motores 4 tempos em 20 anos.
Em 1980 seus motores de 4 tempos ganham 4 válvulas por cilindro e duplo comando: é o início da série GSX.
Em 1998 lança a mítica GSX-R 1300 Hayabusa, a motocicleta de produção mais rápida do planeta.

Em 2000, a Suzuki comemorou seu 80º aniversário e atualmente emprega mais de 14 mil funcionários e atua em diversas áreas do transporte motorizado.

Principais Motos Suzuki

               

EXTRAS

BANCO DE DADOS

338

Fichas técnicas cadastradas no Motorium

RANKINGS

Yamaha RX 180 Custom 

A mais buscada no Motorium com 4556 visualizações!

ARTIGOS

Motos turbo de fábrica

MERCADO

Tabela de preços de motos 0km comercializadas no Brasil!

SOCIAL

Facebook Icon