História da Yamaha

Hamamatsu, Japão

 Desde 1897

 Fundada por:  Torakusu Yamaha -  -  -  - 

Foi fundada em 1887 por Torakusu Yamaha como uma fabricante de pianos e órgãos , originalmente com o nome de Nippon Gakki Co., Ltd. em Hamamatsu, Shizuoka no Japão e foi incorporada em 12 de outubro de 1897. A origem da companhia como um fabricante de instrumentos musicais continua refletindo hoje no logo do grupo; um trio de garfos (diapasões) entrecruzados.1 Depois da Segunda Guerra Mundial, o presidente da companhia Genichi Kawakami reutilizou as máquinas produzidas durante a guerra e o conhecimento em tecnologias metalúrgicas para a fabricação de motocicletas, conforme necessidade de veículos baratos durante o pós-guerra . A YA-1 (conhecida como Akatombo, a "libélula vermelha"), da qual foram construídas 125 unidades no primeiro ano de produção (1954), foi nomeada em honra ao seu fundador. Era uma 125cc, de cilindro único, moto urbana patenteada após a germânica DKW RT125 (a qual a firma de munições britânica BSA, também tinha copiado na era do pós-guerra e produzida com a Bantam e a Harley-Davidson como o Hummer).

Em 1955, com sucesso da YA-1, Genichi Kawakami funda a Yamaha Motor Co., Ltd. para produção exclusiva de motos. Dez dias após sua fundação, a Yamaha conquistava a III Corrida de Subida do Monte Fuji.

No Brasil, a Yamaha chegou em 1970 como importadora de modelos de 650cc e 4 tempos. Com a probição de importação de veículos no país, o próximo passo foi a instalação de uma fábrica na cidade de Guarulhos em 1975, para fabricação da RD50 e um ano depois a RD75, ambas monocilíndricas a dois tempos e regrigeradas a ar. A partir de 1977 os lançamentos vão se sucedendo com a RS e RX (ambas 125cc), a TT125, então um "ensaio" de uma pequena trail e as estradeiras RX180 Custom e Avant em 1979.
A primeira verdadeira trail lançada no mercado é a DT180, moto de muito sucesso, equipada com suspensão traseira monochoque do tipo Cantilever, e que recebeu câmbio de seis marchas em 1981. A DT torna-se a rainha do enduro no Brasil, sendo a trail mais homogênea e que colecionou mais vitórias. Em 1982, foi lançada a RDZ125, estradeira de espírito esportivo, equipada com tanque de combustível de 16 litros, o que lhe conferia uma importante autonomia no tempo de postos de abastecimento fechados durante os fins de semana.
A partir de 1986, mítica RD 350 passou a ter sua fabricação centralizada no Brasil com o modelo RD 350LC, derivada da TZ 350 de competição. Um ano depois deixa de ser fabricada no Japão e em 1988 recebe carenagem integral. Na re-estilização de 1991, recebe dois faróis redondos na carenagem como as FZR, dois discos de freios ventilados, suspensão Showa e passa a ser denominada RD 350R. A produção no Brasil se encerra em 1993, mas é fabricada na Alemanha, Espanha e Itália até 1995.

Passou a atuar no mercado norte-americano em 1995 para produzir a linha V-Star de motos cruiser. Hoje a a Yamaha é uma gigante que atua em áreas diversificadas produzindo motores de popa, geradores, snowmobiles, bombas d'água, karts de corrida, carrinhos de golf, motores a diesel, equipamentos esportivos, instrumentos musicais e industriais e conta com mais de 39 mil funcionários.

Principais Motos Yamaha

               

EXTRAS

BANCO DE DADOS

324

Fichas técnicas cadastradas no Motorium

RANKINGS

Suzuki GN 250 Intruder 

A mais buscada no Motorium com 4380 visualizações!

ARTIGOS

Cronologia da CB 400 e CB 450

HISTÓRIA

A trajetória dos principais fabricantes de motocicletas do mundo!

SOCIAL

Facebook Icon